Da pedra lascada ao mini acelerador de particulas!

Posts marcados ‘Programação’

Iniciando no mundo da programação (introdução à lógica de programação)

Olá, hoje falarei um pouco sobre um assunto essencial para quem deseja um dia se tornar um bom programador, a famosa lógica.
Lógica de programação é essencialmente o jeito como você resolve uma situação de modo que todas as opções sejam levadas em conta e você tenha a garantia de que conseguirá atingir seu objetivo.
Na minha época de curso técnico os professores pregavam que a lógica é uma coisa pessoal, e que nunca haverá outra pessoa que resolva um problema de lógica da mesma maneira que você. Porém eles acabavam ensinando apenas um jeito de resolver os problemas e se não estivesse como eles queriam estaria errado.
Bom, eu não tenho nenhuma pretensão de ensinar lógica como um professor de faculdade, mesmo porque esse “curso” não tem a pretensão de ser algo didático a ponto de formar programadores. O que pretendo é apenas despertar a vontade de estudar e aprender, pois essa é a essencia do mundo da informática, “estar sempre aprendendo”.

Definição de lógica de programação: Lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir determinado objetivo.

Sequência Lógica: Seqüência Lógica é um conjunto de instruções executadas até atingir um objetivo ou solução de um problema.

Instruções: é a informação que indica a um computador uma ação elementar a executar.

Algoritmo: Um algoritmo é formalmente uma seqüência finita de passos que levam a execução de uma
tarefa. Podemos pensar em algoritmo como uma receita, uma seqüência de instruções que dão
cabo de uma meta específica. Até mesmo as coisas mais simples, podem ser descritas por seqüências lógicas. Por exemplo:

“Chupar uma bala”.
·  Pegar a bala
·  Retirar o papel
·  Chupar a bala
·  Jogar o papel no lixo

“Somar dois números quaisquer”.
·  Escreva o primeiro número A
·  Escreva o segundo número B
·  Some o número A com número B e informe o resultado

Programa: Os programas de computadores nada mais são do que algoritmos escritos numa linguagem de
computador (Pascal, C, Cobol, Fortran, Visual Basic entre outras) e que são interpretados e
executados por uma máquina, no caso um computador. Notem que dada esta interpretação
rigorosa, um programa é por natureza muito específico e rígido em relação aos algoritmos da vida
real.

Bom… por hoje é só, espero ter conseguido passar uma visão clara do que é a lógica de programação.

no próximo post continuarei o assunto lógica.

enquanto isso seguem 2 exercícios para voces treinarem um pouco…

EXERCÍCIOS
1) Crie uma seqüência lógica para tomar banho:

2) Faça um algoritmo para somar dois números e multiplicar o resultado pelo primeiro número

Obs: Respostas por meio de comentarios.

abs.

Mauricio

Iniciando no mundo da programação (dicas)

Olá caro futuro colega aspirante a programador… neste post eu tentarei dar algumas dicas sobre trabalho, mercados, vida in-work (cabei de inventa isso eu acho… heheheh) e diversas coisas relativas a qualidade do seu trabalho…

Bem… vamos ao trabalho!

1 – Do conhecimento

Certa vez ouvi de um professor: “Você tem sempre que estar preparado pra esquecer tudo que você aprendeu e começar do zero em algo novo”

E realmente isso vai acontecer com você não adianta ficar ai estudando e se tornar um expert em PHP ou ASP por que um belo dia seu chefe chegará e falará: “Cara… você vai trabalhar com Python!”. Pronto… caiu o mundo! hehehehehe

É claro que nao estou falando pra você esquecer sua vida social e passar todos seus momentos na frente de um livro ou de um computador estudando, mas é legal reservar sempre um tempinho para ficar inteirado sobre assuntos do momento ou mesmo sobre coisas que ainda possuem uma boa fatia do mercado. Também é legal manter um acervo de material de consulta sobre assuntos que você julgue interessante para sua carreira ou algo que você gostaria de aprender.

2 – Dos tipos de emprego

Bom, na minha breve carreira na informatica já trabalhei com os 3 tipos de contratação (Estagio, CLT e PJ) e vou comentar um pouco sobre eles…

Estagio – otimo para começar ou para fazer aquele esqueminha com a empresa nova logo depois de sair de um emprego CLT… hehehe… outra coisa boa é que vc tem direito a varios beneficios e eles nao são descontados do seu salario… se o seu estagio for pago por hora também é um bom negocio por que vc pode trabalhar a quantidade de horas que vc quiser e no final do mês vai tá lah o valor exato das suas horas multiplicado pelo valor que vc ganha… o unico ponto fraco na minha opinião é o fato de nao ter direito a FGTS, nem 13º e nem auxilio desemprego… não me informei muito sobre a nova lei de estagio, a unica coisa que sei é que tem férias e a carga horaria não pode passar de 30 horas semanais… portanto acho q acaba se tornando inviavel…

CLT – é o regime comun, onde vc tem direito aos beneficios basicos, INSS, FGTS, ferias, 13º etc… porem há um problema, quando seu salario começar a ficar legal você vai ter diversos descontos e isso vai acabar te deixando um pouco bravo… hehehehehe

PJ – bom, ainda não tenho muito conhecimento sobre essa modalidade, o pouco que sei vou tentar expressar aqui… é uma modalidade muito comum hoje em dia principalmente em consultorias que contratam “empresas prestadoras de serviço” pra trabalharem em seus clientes… vc precisa de um contador pra cuidar de todos os impostos e burocracias, o valor dos impostos a serem pagos é menor do que em um contrato CLT, porem vc nao vai ter beneficio nenhum e vai ter que arcar com todas as suas despesas… no final do mês ou dependendo da politica da empresa em que vc trabalha, vc precisará preencher uma nota-fiscal com as informações de horas trabalhadas e serviços prestados, e essa nota-fiscal sera recolhida pela empresa pois é atraves dela que será feito o seu pagamento.

3 – Do trabalho em si

Bom, vc pode escolher varias maneiras de trabalhar… seja por conta propria, seja em uma software house ou entao em uma consultoria…

todas tem seus pros e contras… eu jah trabalhei em softhouse e em consultoria e sinceramente… gosto mais da softhouse, é um lugar que não possui uma rotatividade de profissionais, portanto vc pode ter um colega de trabalho que vc conheça há muito tempo isso contribui com o trabalho em equipe e tambem com o relacionamento interpessoal… porem… em softhouses a tecnologia nao anda muito rapido e vc provavelmente vai trabalhar com algo de 5 anos ou mais…  em uma consultoria tudo voa na velocidade da luz, vc pode trabalhar hoje com algo um pouco antigo, porem amanha vc vai ser encaixado em um outro projeto que trabalha com uma tecnologia ainda em fase beta obrigando assim vc a se esforçar e estudar muito pra dar conta do trabalho, por que em uma consultoria TODOS os funcionarios são “analistas desenvolvedores senior master fodão of fucking hell” ehehhehe….

e tem que estar preparado pra aguentar a pressão! mas nem todos os empregos de consultor são assim tão dificeis… eu mesmo, até hoje nao tive uma experiencia ruim ou até mesmo stressante trabalhando como consultor, talvez tenha sido sorte, mas em todos os clientes que trabalhei era tudo muito lento, sossegado… e isso me irrita… auehaueheauheu

4 – das considerações finais

Bom, o mundo da programação é algo recompensador tanto do ponto de vista financeiro quanto do ponto de vista de satisfação, pois quem faz porque gosta se empolga quando vê seu site ou seu sistema sendo utilizado por varias pessoas e vendo os comentarios positivos a respeito… é bastante recompensador!

Portanto se você realmente gosta e quer virar um programador, se esforce… se valorize… e acima de tudo seja competente!

assim, vc vai conseguir tudo!

abs…

Mauricio

Iniciando no mundo da Programação (Prólogo e história)

Olá pessoal,

Passei algumas horas pensando em algo realmente construtivo e que fosse de certa forma util para alguem…

Decidi então ajudar as pessoas que vão a internet a procura de algum material para consulta ou algum conhecimento teórico para poder dar inicio a sua vida como desenvolvedor de sistemas, jogos, websites, etc…

Vou tentar da melhor maneira possivel criar uma série de artigos que podem ajudar essas pessoas que decidem começar no mundo da programação.

Apesar de ter feito um curso tecnico de processamento de dados e tambem estar atualmente cursando faculdade de Sistemas de Informação e também ter uma pequena mas muito interessante carreira no desenvolvimento de softwares comecei como autodidata há mais de 8 anos, desenvolvendo meus primeiros sites que eram hospedados na extinta Kit.net… (ooo tempo bom… hospedagem gratuita e sem limites)

Eu comecei brincando com o extinto FrontPage um software de desenvolvimento de webpages do tipo WYSIWYG (What You See Is What You Get) que destroem todo seu codigo HTML e ainda causam comportamentos estranhos na sua pagina quando a mesma é aberta em computadores com resolução diferente da usada no seu micro.

Mas tirando esse problema eu até conseguia criar sites legais e bem funcionais… com o tempo comecei a aprender Flash e rapidamente já estava inserindo animações, botoes e menus animados, e diversas frescuras que muito contribuem para deixar o site muito pesado… mas hoje em dia praticamente todo mundo tem conexão banda larga entao nao tem muito problema…

Bem, depois de algum tempo eu resolvi fazer um curso de web design e foi ai que comecei a conhecer mais das linguagens de programação voltadas para internet… fui apresentado ao Javascript e logo todas minhas paginas tinham o famoso script:

//script type="javascript">
//nome = prompt(" Digite seu nome");
//alert("" + nome + " Bem Vindo!")
///script>

que mostra uma janela logo que abre a pagina e pede pra que seja digitado o nome do usuario… usava isso no meu site e gravava o valor ali digitado em uma querystring para poder usar em todas as paginas. isso fazia com que o site parecesse ser uma coisa mais pessoal… tratando a pessoa sempre pelo nome. Isso sem contar a possibilidade de modificar a pagina sem ter que recarregá-la e com isso aprendi a fazer o efeito de “troca de imagens” que eu usava nos meus botoes para fazer um efeito similar ao de um botão em flash, porem sem sobrecarregar muito a minha pagina… =D

Bom… no final do curso, quando já nao tinha mais muito conteudo a aprender, meu professor me apresentou o Visual Basic 5.

Mas foi apenas uma coisa rapida… aprendi a fazer um programinha para misturar cores… onde o usuario escolhia valores para Azul, Vermelho e Verde e o programa ia mostrando as cores que estavam sendo formadas… (vcs irão aprender isso no curso).

Bem… depois desses cursos comecei a fazer meu curso tecnico de Design de Interiores… que me ajudou muito na questão de design gráfico e também na questão de escolhas erradas… hehehehe… quando vi que decoração nao era pra mim comecei a fazer meu curso tecnico de processamento de dados em uma escola estadual de jundiai… por ser uma escola estadual, muitos professores eram acomodados e defensores assiduos da comunidade de software livre… (nao vamos entrar em discussão sobre esse assunto aqui no blog…)

Voltando ao assunto… como disse, muitos professores eram acomodados, porem… felizmente pelo menos 1 era um otimo professor e me incentivava sempre a buscar mais e melhor… professor esse que mais tarde veio a ser meu coordenador no primeiro emprego que tive na área de desenvolvimento… e até hoje somos grandes amigos e esse é um cara que eu procuro sempre me espelhar e direcionar minha carreira nos mesmos moldes da carreira dele… esse professor, chefe amigo é o Angelo Amaral (Valeu Gelão!!! heheheh) esse kra manja muito e sobre muitos assuntos!!! hehehehe

Bom… no curso tecnico aprendi varias coisas… mas de uma tecnologia que pra época já era ultrapassada… aprendi a desenvolver em Delphi e Visual Basic… logo no fim do curso começamos a aprender Java mas nao me aprofundei muito no assunto…

Depois do curso, comecei a faculdade e já estava trabalhando com desenvolvimento, a principio como Tester, depois fiz desenho de layout ate começar a programar um pouco… foi quando mudei de emprego e fui parar no Rio de Janeiro desenvolvendo um software em SharePoint… a partir dai minha historia começa a ficar chata… hehehehe…. vamos deixar pra outro dia!!!

Bem… chega de historia… no proximo post vou passar o conteudo do curso e começar com nosso primeiro “Hello World!”

abs…

Mauricio Orlando Trunfio